Ceviche de atum

20 Junho, 2016 § Comentários fechados em Ceviche de atum

O lombo de atum tem de ser irrepreensivelmente fresco. As carnes devem ser rubras e luminosas.
Agora que tens um belo lombo de atum corta-o em cubos uniformes de identico tamanho. Coloca o atum numa taça de vidro e sobre ele deixa cair 3 colheres de sopa de lima, 2 colheres de sopa de limão, 3 colheres de sopa de molho de soja, umas lascas bem finas de cebola (doce), tira-me umas lascas finíssimas ao pepino, uns mini cornichons em pickle cortados finamente, umas sementes de girassol que torraste na frigideira, uns coentros frescos picados no momento. Envolve tudo bem envolvido, coloca a taça no frigorifico e espera 20 minutos antes de lhe ferrares o dente. Acompanhante de luxo: Defesa Branco a 8ºC
DSC_4240DSC_4254DSC_4238DSC_4251

The Legendary Tigerman – Sushi to Sashimi

25 Junho, 2012 § 0 comentários

 “A comida, para mim, é um prazer imenso. Cozinhar para os amigos ou comer fora fazem parte dos momentos mais importantes para mim. Adoro passar tempo na cozinha. E depois tenho um problema, grave, chamado Sashimi. Normalmente acompanhado por outro chamado Sushi. Acho que sou Sashimi-dependente, o que se torna grave, principalmente para os cardumes de peixe que como semanalmente. Um dos meus planos de médio prazo é fazer um workshop para aprender como cortar e confeccionar o peixe, para me poder alimentar a mim mesmo descontroladamente durante horas a fio com todo o tipo de animais marinhos maravilhosamente deliciosos. Precisarei de terapia? “

Paulo Furtado aka The Legendary Tigerman

http://www.facebook.com/thelegendarytigerman

A receita:

Levantas o nalgueiro da cama bem cedo e vais ao mercado procurar o peixe e legumes mais frescos para que possas confeccionar um prato colorido e gostoso. Desta vez o peixe escolhido foi Bonito [atum] dos Açores, bem vermelho, Salmão (preferencialmente capturado e não de aquicultura). Frutas e legumes: pepino, abacate de polpa tesa mas meio madura, manga [de avião] madura e rábano. Vais precisar de arroz para sushi, molho de soja orgânico (made in Japan), Nori (made in Japan), vinagre de arroz (made in Japan), sementes de sésamo, cebolinho, molho teriaki, wasabi, limas e queijo Philadelphia de ervas.

Preparas o filete de salmão retirando todas as partes escuras e gorduras com uma naifa bem afiada. Com uma pinça retira todas as espinhas que possam estar agarradas às carnes. Retira a pele do salmão mesmo junto ao lombo. Numa numa chapa anti aderente vais tostar a pele do salmão do lado A e B até que fique crocante [Reserva]. Tens o filete de salmão em cima da tua tábua, podes dividi-lo em partes iguais no seu comprimento. Uma parte para sashimi, uma outra para sushi.
O arroz é cozido com um pouco de kombu (alga japonesa) e sal. É arrefecido numa gamela de bambu ao mesmo tempo que se adita o molho que foi preparado ao lume mas sem ferver com vinagre de arroz, açúcar e flor de sal. O arroz ganha brilho.
Do Bonito (atum) é aproveitado para o sushi e sashimi apenas a parte do lombo que não tem filamentos nem gorduras.

Vamos enrolar os charutos a gosto:
Nori, arroz, wasabi, salmão, abacate, pepino, queijo Philadelphia, sementes de sésamo.
Nori, arroz, wasabi, bonito, manga, pele de salmão tostada, pepino, fio de molho teriaki.
Nori, arroz, wasabi, abacate, manga, pele de salmão tostada, cebolinho.
etc.

Com o gume da faca demolhado em vinagre de arroz, podes cortar os rolos.

Para os Nigiris: molha as mãos em vinagre de arroz tira pequenas porções de arroz e faz uma bolota na concha da tua mão, sobre o arroz um sashimi de salmão ou de atum.

Tudo isto leva-te a umas horas de relaxe na cozinha, as minhas foram ao som do Femina.

Acompanhante de luxo na confecção: Caipirinha. Acompanhante de luxo na degustação: Defesa Branco geladinho

Bom apetite Paulo

CaraPau assado em brasas de alecrim com molho à Espanhola

11 Junho, 2012 § 0 comentários

Vais ao mercado do peixe e compras uns belos CaraPaus pele de prata, e manda arranjar para assar. Chega a casa e salga o Pau até à Cara. Como mestre de fogareiro que és, prepara as brasas com caruma e pinhas debaixo do monte de carvão vegetal, não uses acendalhas se não forem ecológicas, sob risco de arruinares o carvão, tendo o petróleo como especiaria principal. Chega-lhe lume e quando o carvão estiver vivo  depois de muito dares ao punho, espalha as brasas. Com a ajuda de uma rolha de cortiça embebida em azeite, lubrifica bem as grelhas onde vais ordenar os caraPaus, cabeça com rabo, deste modo garantes que não se despem logo nos preliminares. Atira umas vagens de alecrim para cima das brasas e põe os carapaus a assar, vai rodando as grelhas com alguma frequência até que o Pau e Cara se encontrem bronzeados na perfeição.

Para a espanholada: numa taça azeite virgem extra, colorau, vinagre de vinho branco, pitada flor de sal, salsa picada e alho picado.

CaraPau assado escorre-lhe a espanhola pelo lombo. Acompanha com uma saladinha montanheira, a saber: Pepino, tomates coração de boi, cebola e pimento verde. Tudo picado em cubos tempera de sal grosso, vinagre e azeite virgem, por esta ordem. Batatinha cozida temperada de azeite e oregãos secos.

Acompanhante de luxo: Olaria branco bem geladinho.

Sushi to Sashimi de salmão com requeijão de Seia & sesame seeds

5 Janeiro, 2012 § 0 comentários

Sushi to Sashimi de salmão com requeijão de Seia & sesame seeds. Nas bordas, manga, rábano, pepino e cebolinho. Acompanhante de luxo Mumm bruto de frutos vermelhos com hortelã e açúcar mascavado. Em beleza na ante-antevéspera do novo ano.