Scones c’on strawberry jam

7 Maio, 2016 § Comentários fechados em Scones c’on strawberry jam

Busca uma gamela e dá-lhe com 250 de farinha, adita 30 de manteiga, 50 de açúcar, 1oo de leitinho a escorrer, 1 ovo, fermento em pó e pitada de sal. Num enrolanço total, magnífico, vigoroso e virtuoso de ingredientes obténs a massa de que são feitos estes gostosos Scones. Sobre um lençol de papel vegetal, leva as bolas à sauna que foi pré aquecida a 200º C. São 15 singelos minutos, o que tens de esperar para te lambuzares todo. Depois de abertos, podes cobri-los com manteiga ou de um espesso e lânguido doce de morangos.
Acompanhante de luxo: Chá de gengibre [picante].
scones scones scones

Carapau do lombo, com legumes vaporizados

2 Março, 2016 § Comentários fechados em Carapau do lombo, com legumes vaporizados

Do lado de trás da banca ouve-se:
— O que é que vai ser, freguês?
e sabemos que estamos na Peixaria Centenária, que assenta praça, na Praça das flores em Lisboa. Estabelecimento comercial de bairro que reúne e organiza numa bancada, o melhor do que podes encontrar nas redes dos praticantes da Arte Xávega [d’antes], e dos pescadores de alto mar [d’agora]. É peixe grosso e peixe miúdo, é diversidade e qualidade, é à escolha do freguês.
Aqui o freguês desta vez pediu:
— Avie-me ai uns filetes de carapau que dê avondo para dois adultos e 3 bocas miúdas. Não trouxe saco.
— Não faz mal, que leva no pacote. E estes são daqueles que não pingam nem deixam odor. 
Chegado à minha banca, temperei os filetes com sal grosso, pimenta das índias e sumo de meia lima. Deixei-os marinar cerca de 10 minutos antes de os aventar para dentro duma gamela de pão ralado, de seguida passei-os por uma tigela de ovo batido e fi-los regressar à casa de partida acamando-os de novo, num manto de pão ralado. Umas pancadinhas pelo lombo para os privar do excesso de pão e toca a fritá-los numa frigideira anti aderente, rasa de óleo de girassol até ficarem loiros [ +- 1 minuto de cada lado].
Pus os palitos a umas cenouras e a umas courgettes, cozi-as no vapor apenas com um pouco de sal.
Ao montares o prato, arremessas a quantidade que te aprouver, de Parmigiano-Reggiano ralado no momento sobre os legumes ainda quentes e regas de azeite virgem extra e umas gotas do que te sobrou da [Adriana] Lima.
Acompanhante de luxo: Uma bem fresca de Casal Garcia. Grande petisco.

filetes-carapaufiletes-carapau1

Special Burguer 2cows

24 Agosto, 2015 § Comentários fechados em Special Burguer 2cows

Hambúrguer especial duas vacas, é pedir ao Butcher do talho da tua rua que te pique as carninhas todas, a saber, um naco da tua alcatara em comunhão com umas entremeadas de novilho nacional. É um mix poderoso de carnes limpas com carnes gordinhas picadas em conjunto [só na mistura das carnes magras com as roliças, vais conseguir um hambúrguer gostoso e suculento, ao invés de um hambúrguer seco e entesadito]. Pede que te as passe pelo torno 2 vezes.
Molda os hambúrguers com as tuas mãos, remexendo o menos possível na chicha, de modo a que se mantenha macia. Tempera de flor de sal e pimenta preta moída na hora, 10 segundos antes das carnes irem ao castigo [da chapa]. Entretanto já me fritaste os tomates em azeite virgem extra, polvilhados de oreganos e sal grosseiro; já desidrataste de igual modo os cogumelos Paris. Vais agora montar as vacas. 1º- O pão escuro, é de malte; barrado de um queijinho da vaca que se ri; 2º- o hambúrguer passado 2 minutos de cada lado [para umas carnes rosadinhas e pingonas]; os tomates; os cogumelos; um ovo estrelado a cobrir.
BBE (#BestBurguerEver). Até te babas. Acompanhante de luxo: Cerveja Artesanal Minhota Letra C  – Stout.

DSC_3131DSC_3128DSC_3122

Croque madame de pata negra e[mental]

6 Junho, 2013 § Comentários fechados em Croque madame de pata negra e[mental]

Cortas 2 fatias de panito caseiro alentejano, para a tosta. Barras o pandeiro com manteiga de alho, mas só nas bordas que vão estar em contacto com o quente da chapa. Sobre o miolo da fatia que fica por baixo, deixas cair em fole umas finas fatias de presunto pata negra e sobre estas uma fatia generosa de queijo emental, on top esfregaças uns oregãos directamente esgaçados do pau.  Podes agora meter a fatia de cima e aventar com a ainda sande, para dentro da tostadeira para que se lhe aqueçam e aloirem as partes. Numa frigideira pequena para ovos estrelados, vais confeccionar o alimento para o qual ela foi concebida. Quanto ao ovo, se o puderes ir buscar à saída das nalgas da galinha da vizinha, tanto melhor, se não… resta-te a ingestão de mais algumas hormonas do crescimento. O ovo é estrelado em manteiga de alho, temperado com o grosso do sal e umas pimentas moídas no momento.  Estrelado o ovo, deixa-lo acomodar-se em cima da tosta e chama a madame prá mesa.
Acompanhante de luxo: Super bock Stout bem fresquinha

croque madame_0002 copycroque madame_0006 copycroque madame_0004 copycroque madame_0003 copy

Tunafish burguer com abóbora menina e frutos secos

24 Janeiro, 2013 § Comentários fechados em Tunafish burguer com abóbora menina e frutos secos

Antes de mais [e como este é o primeiro post deste ano], ditam as boas maneiras que a todos deseje um bom ano de 2013. Podem começar a amolar as facas. Eu já o fiz.
Granda lata! Abres uma lata de Atum Tenório e pica-o para uma gamela, adita uns cubos de abóbora menina que murchas-te previamente numa [frigida]eira com azeite virgem extra, uma pitada de sal e pimenta. Desfaz a abóbora com um garfo incorporando-a no atum formando uma pasta homogenea. Adita ainda tomates secos picados, humedecidos em água fervente, uns gressinos integrais desfeitos no almofariz, um ovo batido, miolo de amêndoa com casca picado e bronzeado numa antiaderente e miolo de caju também ele submetido ao mesmo tratamento da amêndoa. Pasta misturada podes moldar os tuna burguers e deixá-los repousar no frigo durante 20 minutos aproximadamente.
Tic tac 20 minutos passados vais bronzear os ditos de um lado e do outro numa [frigida]eira  antiaderente bem quente, a mesma onde antes me bronzeaste os tomates, em rodelas que vais colocar sobre petisco. Acompanha com uns brócolis cozidos ao vapor, [fio de azeite], e um naco de pão caseiro alentejano torrado e lubrificado com manteiga de alho e ervas.

Açorda à Bela d’ Alentejana 2.0

9 Outubro, 2012 § 2 comentários

Cá em casa é assim!!! Quando não há pão faz-se Açorda. Numa taça o belo sal grosso, o belo azeite virgem extra, os belos dentes de alho, uma bela gema de ovo, abundantes e belos coentros, uma manita de belos poejos frescos.
Corta o belo pão caseiro alentejano que compraste 3 dias antes, em belas fatias pequenas mas moderadamente espessas. Cozes o lombo do bacalhau. Tira-lhe umas lascas. Na água da cozedura, ainda a ferver junta uma esguinchadela de vinagre. É hora de escalfar o ovo. Retira o ovo, mete os espinafres e apaga o fogo. Meio minuto, tira os espinafres e verte a água bem quente para dentro da taça. Esgravulha o caldo com uma colher e aventa com as sopas de pão lá para dentro. Monta o prato com as lascas do bacalhau pela base, os espinafres e o ovo escalfado pelo topo. Acompanhante de luxo: Vale dos barris Syrah.

Cookies Romã [tica]

4 Outubro, 2012 § 0 comentários

Pegas na romã, já nuinha e catas-lhe os bagos [reserva]. Às 125g de manteiga aditas o açúcar e esgravulhas muito bem, até ficar suave e fofa. Junta o ovo e mexe com o páu de varas. Junta a farinha e volta a mexer.
Massa pronta molda as bolachinhas com a forma que te aprouver, por fim compõe com uns bagos de Romã e leva à sauna a 180 ºC cerca de 15 min. Acompanhante de luxo: Chá das cinco.

Bruschetta de Bacalhau com Granada

22 Junho, 2012 § 0 comentários

Põe o bacalhau de molho e no dia seguinte, coze os lombos e priva-os de pelangas e espinhangas. Agora que já tiraste umas lascas, coloca-as numa gamela e fá-las repousar no [frederico], um pouco antes de montares a bruschetta. Põe um ovo a cozer em água fria, 8 minutos depois da ebulição apaga o fogo. Coze o grão [depois da demolha que foi feita em água e sal], o feijão verde e a cenoura com uma pitada de sal, reserva numa taça e leva ao  [frederico]. Bacalhau e legumes frescos podes te preparar para empratar. Torra uma fatia de pão alentejano e ainda quente aplica-lhe um esfregaço de alho, de seguida lubrifica abundantemente com azeite virgem extra, dispõe umas folhas de rúcula sobre as costas bronzeadas, na cama de rúcula os legumes, sobre os legumes as lascas do bacalhau e as rodelas de ovo cozido. Rega tudo com azeite virgem extra, 5 pimentas moídas no momento e com a garrafa de vinagre na mão utiliza a técnica do ‘dripping’ para dar o toque ácido  ao prato. Compõe com ervas frescas. Coentros e manjericão. Acompanhante de luxo: o Casal Garcia bem gelado.

Fusillis e Conchas com Requeijão, Espinafres e Nozes

15 Março, 2012 § 0 comentários

Cozes os fusilli e as conchas em água abundante e bem temperada de sal. Escalda os espinafres e besunta-os de azeite virgem extra aromatizado de alho. Vai preparar o molho. Bate um ovo bem batido com queijo parmesão ralado, um pouco de mostarda e sumo de meio limão; leva ao lume mas não deixes engrossar demasiado. Pode empratar a massa com os espinafres, miolo de noz, o requeijão de Seia. Podes verter o molho por cima e compor com os oregãos frescos, umas folhitas de poejo fresco e a malagueta seca cortada em tiras muito finas, se sentires coragem, podes também colocar as sementes. Acompanhante de luxo: Herdade S. Miguel – Tinto.

Alheira de Mirandela com creme de pimentos morrones

8 Fevereiro, 2012 § 0 comentários

Fazes um corte longitudinal na pele das costas da alheira, que veio mesmo de Mirandela, para que não se lhe arregacem as peles, por vontade própria. Coloca a alheira na anti esturro quando o azeite virgem, estiver bem quente e deixa bronzear de um lado, e do outro.
Para o creme de pimentos, corta um pimento vermelho aos bocados, livra-te das sementes e depois de lavado murcha-o no azeite virgem, com uma pitada de sal grosso. Murcho o pimento arremessa-o para uma vasilha, junta coentros picados, uma cabeça de alho, uma esguinchadela de azeite, umas gotas de picante calvé e uma raspadela de gengibre. Mete-lhe a varinha mágica e passa o melhor que conseguires, até obteres uma consistência cremosa. Passa o creme por um coador de rede fina de modo a obteres uma molhanga sem grumos. Está na hora de estrelar o ovo. Se não souberes estrelar um ovo, esquece o que leste atrás e manda vir uma pizza. Acompanhante de luxo: Fita Preta, do “Anlentexas” Tinto.