Bruschetta de Sardines da grande lata. Sem espinhas

13 Junho, 2015 § Comentários fechados em Bruschetta de Sardines da grande lata. Sem espinhas

Em lides de Stº António e meneios de bailarico, chega a sardine [que não on’Carbón] à bela da fatia de pão alentejano [cabeçudo], previamente torrada e esfregaçada com a tua cabeçinha de alho roxo.
A Sardinha é sem espinhas, sai viçosa da lata, aterra sobre alface verde, roxa, azeitonas, manjericão fresco picado e pergunta-te:
– Gostas de tomates, cherry?,
e tu chegas-lhe com oregãos ao lombo esfregados directamente del palo. Por último, toda essa luxúria deve ser dourada com azeite virgem extra da Herdade do Esporão.
Acompanhante de luxo: Vale dos Barris branco de uva moscatel.

bruschetta-sardinha-1 copybruschetta-sardinha-8 copybruschetta-sardinha-9 copy

Croque madame de pata negra e[mental]

6 Junho, 2013 § Comentários fechados em Croque madame de pata negra e[mental]

Cortas 2 fatias de panito caseiro alentejano, para a tosta. Barras o pandeiro com manteiga de alho, mas só nas bordas que vão estar em contacto com o quente da chapa. Sobre o miolo da fatia que fica por baixo, deixas cair em fole umas finas fatias de presunto pata negra e sobre estas uma fatia generosa de queijo emental, on top esfregaças uns oregãos directamente esgaçados do pau.  Podes agora meter a fatia de cima e aventar com a ainda sande, para dentro da tostadeira para que se lhe aqueçam e aloirem as partes. Numa frigideira pequena para ovos estrelados, vais confeccionar o alimento para o qual ela foi concebida. Quanto ao ovo, se o puderes ir buscar à saída das nalgas da galinha da vizinha, tanto melhor, se não… resta-te a ingestão de mais algumas hormonas do crescimento. O ovo é estrelado em manteiga de alho, temperado com o grosso do sal e umas pimentas moídas no momento.  Estrelado o ovo, deixa-lo acomodar-se em cima da tosta e chama a madame prá mesa.
Acompanhante de luxo: Super bock Stout bem fresquinha

croque madame_0002 copycroque madame_0006 copycroque madame_0004 copycroque madame_0003 copy

Chuleta de borreguinha melimada, com leguminosas assadas

7 Outubro, 2012 § 0 comentários

Tempera umas boas chuletas de borreguinha com: flor de sal, azeite virgem extra, 5 pimentas amassadas na hora. Numa anti aderente bem quente, sela as chuletas de um lado e do outro sem as deixar passar em demasia. Retira as carnes soculentas e coloca-as num tabuleiro de ir ao forno. Rega as carnes com azeite virgem extra sem preocupação. Esmaga umas cabeças de alho e adita-las ainda com casca, junta um raminho de cheiros frescos a saber: alecrim, tomilho e oregãos e por fim rega tudo com a molhanga que preparaste previamente [1 colher de sopa de mel de rosmaninho e sumo de meia lima]. Leva ao forno a 180º C.
Noutro tabuleiro prepara o leito de legumes que te aprouver (cenoura, tomate cherry, nabo, cebola, alho françiú, tomate coração, courgette), apenas com sal grosso, azeite virgem em abundância e ervas de provence secas. Coloca no degrau debaixo da sauna ao mesmo tempo que a carne fraqueija.
Acompanhante de luxo: Monte da Pesseguina – Tinto

Calzone de peperoni picante, engemada

12 Junho, 2012 § 0 comentários

Para te facilitar a vida, podes comprar a massa de pizza já feita, daquela que nasce em rolinhos, sabes? Ou mesmo pedires ao padeiro da tua vila te dispense um pouco da massa do pão já levedada. Estende a massa bem fina. Em meia massa vais dispor o recheio, a saber: um bom molho de tomate preparado com tomate chucha fresco, azeite virgem extra, alho, cebola, flor de sal uma manita cheia de folhas de manjericão fresco, tudo muito bem apurado. Sobre o tomate cogumelos frescos laminados muito finos, o peperoni picante, pimenta moída, tomate cherry cortado em finas rodelas, para os corajosos umas gotas de picante calvé. A outra metade da massa apenas besuntada de molho de tomate vai cobrir a primeira. On top oregãos secos, um corrimento de molhanga de tomate, umas rodelinhas de tomate cherry. Siga para o forno pré-aquecido a 190º C, durante 25 minutos aproximadamente. Ao minuto 10 da cozedura, abre o forno, desempola a calzone e arremessa com uma gema de ovo para o centro do petisco e volta para o forno. Se preferires a gema bem cozida, coloca-a sobre a pizza antes da enfiares no forno. Calzone pronta rega com fio de azeite virgem extra ainda com a massa a fervilhar. Acompanhante de luxo: Marquês de Borba, tinto a 16º C.

Fusillis e Conchas com Requeijão, Espinafres e Nozes

15 Março, 2012 § 0 comentários

Cozes os fusilli e as conchas em água abundante e bem temperada de sal. Escalda os espinafres e besunta-os de azeite virgem extra aromatizado de alho. Vai preparar o molho. Bate um ovo bem batido com queijo parmesão ralado, um pouco de mostarda e sumo de meio limão; leva ao lume mas não deixes engrossar demasiado. Pode empratar a massa com os espinafres, miolo de noz, o requeijão de Seia. Podes verter o molho por cima e compor com os oregãos frescos, umas folhitas de poejo fresco e a malagueta seca cortada em tiras muito finas, se sentires coragem, podes também colocar as sementes. Acompanhante de luxo: Herdade S. Miguel – Tinto.

Bruschetta [do mediterrâneo]

22 Setembro, 2011 § 0 comentários

Pão alentejano torrado [do mediterrâneo]; esfregaço de alho roxo [do mediterrâneo]; azeite virgem extra [do mediterrâneo]; mozzarella de bufala [do mediterrâneo]; olivas picadas [do mediterrâneo]; chucha, os tomates maduros [do mediterrâneo]; coentros para o toque fresco, oregãos para o toque seco [do mediterrâneo]. Rega tudo com fio de azeite de onde?