Raviolis de espinacas avec du queijo de cabrona

19 Setembro, 2013 § Comentários fechados em Raviolis de espinacas avec du queijo de cabrona

Primeiro vais preparar a massa e depois vai haver molho.
Numa pelengana vais meter, 150 g da branca, farinha de trigo sem fermento à qual aditas uma tequinha [ 50 g ] de sêmola de trigo, 2 ovos inteiros, não te esqueças de te livrar da casca. Vais agora por as mãos na massa e dar-lhe uns amassos, amassa, amassa, amassa até obteres uma bola uniforme, homogénea, macia mas firme. Enrola a bola em película aderente e deixa-a repousar 25 min. antes de a esticar.
Dá um escaldão aos epinafres até que fiquem tenros, escorre-lhe as águas e numa frigideira anti aderente deixa que se envolvam muito bem com o azeite virgem extra, alho em pó, flor de sal, uma colher de farinha maizena e um pouco de natas das gordas.
Tira-me a pele aos tomates; Parte-me os tomates em quarto; Espreme-me os tomates até te privares das grainhas; Corta-me os tomates em cubos; Junta-me os tomates num tacho com azeite virgem extra, uns dentes de alho, um pouco de cebola picada, polpa de tomate, um pouco de água lisa, coentros e manjericão frescos. Deixa cozinhar o molho de tomate demoradamente, em branda fervura, passa o molho com uma varinha mágica e de seguida adita-lhe uns tomates cereja escarchados e deixa cozinhar.
Agora vais estender a massa, corta a bola em 4, vais espalmar cada parte em cima dum pouco de farinha, vais esticar a massa bem fina com a ajuda de um rolo de massa ou de uma máquina para massas frescas, o importante é que fique fina, moldável, macia, contorcionista de circo, sem rasgões. Corta rectângulos de massa e recheia-os no centro, do meio para baixo, com os espinafres que preparaste previamente, umas rodelas do queijo de cabra e 3 ou 4 pinhões, puxa o lençol de massa [da parte de cima do rectângulo] sobre o recheio e fecha o casulo.
Numa panela com abundante água fervente e bem temperada com sal grosso, vais cozer os raviolis durante 3 ou 4 minutos. Escorre-lhe as águas, monta-os nos pratos e sobre eles deixa desmaiar o suculento e saboroso molho dos tomates. On top raspas no momento umas lascas de queijo parmesão. Até te lambes.
Acompanhante de luxo: EA colheita selecionada, tinto em copo fino.
DSC_3508_0124 copyDSC_3516_0132 copyDSC_3506_0122 copyDSC_3511_0127_fb

‘Suspiro’ xipitipi cutchicuthi mnhã mnhã

14 Fevereiro, 2013 § Comentários fechados em ‘Suspiro’ xipitipi cutchicuthi mnhã mnhã

Dia 14 de Fevereiro, a lamechice viaja através das ventanas do pensamento e escorrega ao sabor da tua língua.
Vamos lá então adoçar essas beiças. Simples e gostosa esta sobre a mesa!
Parto-te o suspiro em cima da mesa da cozinha. Já tens o morango bem lavadinho, agora vais bater as natas com duas colheres de sopa de açúcar e uns pingos de lima, até que fiquem espessas. Podes usar a mão ou a batedeira.
Num copo alto podes então montar o teu doce. Suspiro. Natainha. Morangos. Suspiro. Natinha. Morangos. Na última camada raspas da casca da lima. Lambuzem-se à vontade. Um dia não são dias ;)

Brownie Escangalhado com Natinha gelada

15 Fevereiro, 2012 § 4 comentários

Derretes o Chocolate preto com 2 colheres de sopa de natas do dia; o mesmo peso de açúcar é bem misturado com 1 ovo, uma gema e a  mateiga de vaca na mesma medida (previamente derretida), esgravulha com vigor; por fim adiciona o mesmo peso de farinha fina peneirada, envolve tudo até obteres um creme homogéneo. Vai à sauna a 190ºC, num tabuleiro pouco fundo, não muito grande besuntado de manteiga e forrado a papel vegetal (por esta ordem); besunta agora o papel vegetal; podes neste momento verter o pecado castanho. Coloca então no forno e espera 7 minutos exactos. Escangalha com uma colher para dentro dos prato de servir, polvilha com açúcar baunilhado em pó e chama uma acompanhante de luxo: uma bola de gelado de  nata. Até te lambes !!!



 

Tarte de Lima com Chocolate Preto

1 Fevereiro, 2012 § 0 comentários

Para a massa pões + 20% da porção de farinha fina para bolos  Blanche-Neige em relação à porção de manteiga (derretida), meia colher de sopa de açúcar, um poquitchiti de flor de sal. Dá-lhe um bom amasso, faz uma prancha, embrulha em película aderente e leva ao frigo durante aproximadamente 25 minutos.

Para o recheio derretes o chocolate preto, 70% cacau num pouco de leite. Numa gamela fria, pões as natas frescas, às quais juntas açúcar e sumo de uma lima, dás uma boa batidela de varas até que fiquem bem tesas.

Retira a massa do frigo e estende-a com a ajuda de um rolo e um pouco de farinha. Deves obter uma massa uniforme com cerca de 5 mm de espessura. Coloca a massa nas formas, cobre o topo de cada forma com papel vegetal e dá-lhe peso (por cima do papel, pode ser com grão de bico). Leva ao forno a 180º C durante 1o minutos, retira o papel com os pesos e deixa a massa a bronzear um pouco mais.

Massa pronta, recheia com o chocolate acabado de derreter e sobre o chocolate um edredon de natas aromatizadas de lima. Compõe com raspa do coiro da lima e umas pétalas de alfazema.

 

Tarte vegetariana

10 Novembro, 2011 § 0 comentários

Prepara o recheio com azeite na base da frigideira, os espargos inteiros a tostar, retira os espargos e aventa os cogumelos laminados até que se sintam murchos (reserva alguns tortulhos em crú para compor o topo), depois a cebola, courgette, abóbora aos cubos, espinafres, cenoura aos cubos muito pequenos. Corta os espargos em bocados pequenos e arremessa lá para dentro. deixa tudo cozinhar no lume mais brando. No entretanto, vai partindo nozes. Estende a massa folhada noma forma de tarte e pica com um garfo. Depois do preparado cozinhado retifica o tempero de sal e pimenta, junta um pacote de nata do dia fresca, daquela que dá uma Longa Vida e deixa espessar e adiciona as nozes. A molhanga está pronta, verte-a sobre a massa, cobre o topo com tomate cereja e alguns cogumelos crús que reservaste anteriormente. Siga para o forno previamente aquecido a 180º C. Espera cerca de 35 a 40 minutos, só depois disso poderás almoçar, lanchar ou jantar. Antes de começares a restolhar, coloca alguma rúcula selvagem no topo da tarte. Acompanhante de luxo: Syrah Vale dos Barris Tinto. Feito para o pic-nic do 38 aniversário do amigo suninho. Até te lambes…

 

Quiche de legumes

22 Setembro, 2011 § 0 comentários

Massa entreFolhada, para a base, picada com um garfo; de recheio: Azeite virgem, cebola, cogumelos frescos, cenoura, Juliana de repolho branco, sal e pimenta; após o estrugido juntar coentros e uma natinha de cogumelos porcini para envolver e forrar a base de massa previamente estendida e picotada; cobre o topo com tomatinho cereja em crú e arremessa com queijo emental ralado para cima com um espicho de ervas de provence; 25 min de sauna a 180º C. Acompanha uma salada de cógnitos e rúcula com umas lascas de cebola roxa e tomate, temperada de flor de sal azeite e vinagre balsâmico. Vale dos barris branco ( Uva moscatel), bem fresco.