Quebrada de alheira com espinacas

18 Julho, 2016 § Comentários fechados em Quebrada de alheira com espinacas

Desmancha a alheira de aves raras, retira as carnes das tripa. Estas alheiras vieram parar à bancada do Chef, vindas directamente de Mazouco, sabiamente confeccionadas pela Graça. Uma vez que não conseguirás obter tão nobre matéria prima, podes adquirir as alheiras (de produção caseira) em feiras de bairro. Aquece uma frigideira com fio de azeite virgem extra, adita as carnes e os espinafres baby que vais deixar murchar. Estende a massa quebrada, corta-a em rectângulos similares, recheia com o preparado, enrola a trouxa, no topo mozzarella ralada e oregãos secos. Leva à sauna aquecida nos 180ºC durante aproximadamente 20 min.
Acompanha com uma saladinha de tomates. Cherry!
Acompanhante de luxo: Vale da Judia Branco a 8ºC
DSC_4295DSC_4306-fbDSC_4300

Raviolis de espinacas avec du queijo de cabrona

19 Setembro, 2013 § Comentários fechados em Raviolis de espinacas avec du queijo de cabrona

Primeiro vais preparar a massa e depois vai haver molho.
Numa pelengana vais meter, 150 g da branca, farinha de trigo sem fermento à qual aditas uma tequinha [ 50 g ] de sêmola de trigo, 2 ovos inteiros, não te esqueças de te livrar da casca. Vais agora por as mãos na massa e dar-lhe uns amassos, amassa, amassa, amassa até obteres uma bola uniforme, homogénea, macia mas firme. Enrola a bola em película aderente e deixa-a repousar 25 min. antes de a esticar.
Dá um escaldão aos epinafres até que fiquem tenros, escorre-lhe as águas e numa frigideira anti aderente deixa que se envolvam muito bem com o azeite virgem extra, alho em pó, flor de sal, uma colher de farinha maizena e um pouco de natas das gordas.
Tira-me a pele aos tomates; Parte-me os tomates em quarto; Espreme-me os tomates até te privares das grainhas; Corta-me os tomates em cubos; Junta-me os tomates num tacho com azeite virgem extra, uns dentes de alho, um pouco de cebola picada, polpa de tomate, um pouco de água lisa, coentros e manjericão frescos. Deixa cozinhar o molho de tomate demoradamente, em branda fervura, passa o molho com uma varinha mágica e de seguida adita-lhe uns tomates cereja escarchados e deixa cozinhar.
Agora vais estender a massa, corta a bola em 4, vais espalmar cada parte em cima dum pouco de farinha, vais esticar a massa bem fina com a ajuda de um rolo de massa ou de uma máquina para massas frescas, o importante é que fique fina, moldável, macia, contorcionista de circo, sem rasgões. Corta rectângulos de massa e recheia-os no centro, do meio para baixo, com os espinafres que preparaste previamente, umas rodelas do queijo de cabra e 3 ou 4 pinhões, puxa o lençol de massa [da parte de cima do rectângulo] sobre o recheio e fecha o casulo.
Numa panela com abundante água fervente e bem temperada com sal grosso, vais cozer os raviolis durante 3 ou 4 minutos. Escorre-lhe as águas, monta-os nos pratos e sobre eles deixa desmaiar o suculento e saboroso molho dos tomates. On top raspas no momento umas lascas de queijo parmesão. Até te lambes.
Acompanhante de luxo: EA colheita selecionada, tinto em copo fino.
DSC_3508_0124 copyDSC_3516_0132 copyDSC_3506_0122 copyDSC_3511_0127_fb

Wok de Perúa Leguminosa

12 Outubro, 2012 § 0 comentários

Pedes ao boucher que te corte uns bifes de perú bem finos. Sobre a tua tábua corta-os em finas tiras. Tempera-os com um petit peu de flor de sal, pimentas moídas no momento e um fio de azeite virgem. Besunta-os bem. Podes agora preparar os legumes em cima da tábua.
Corta-me a cebola bem fina, até te virem as lágrimas aos olhos, lamina a cenoura em juliana, pimento verde em palitos, a malagueta vermelha comprida sem sementes às tiras, corta-me o chouriçinho de porco preto em meias luas, lava-me as espinacas e põe de parte. Numa taça junta molho de soja com um pouco de vinagre de arroz e sementes de sésamo. Tens a tábua pronta para confecionar o repasto. Aquece bem o Wok com um pouco de óleo de girassol, arremessa para dentro do wok o perú e deixa-o ganhar bronze sempre mexendo. Crostadas as carnes adita os legumes pela ordem do corte com excepção dos espinafres. Sempre a mexer deixa os legumes cozinhar e junta o molho de soja que preparas-te anteriormente. Não deixes cozinhar em demasia de modo a sentires o estaladiço dos legumes e as tenras carnes nas beiças. Apaga o lume e junta os espinafres que se vão sentir murchar no calor das carnes e ganhar um verde luxuoso. Podes degustar este prato agarrando-me nos paus[inhos]. Acompanhante de luxo: Quinta do Alcube – tinto.

Açorda à Bela d’ Alentejana 2.0

9 Outubro, 2012 § 2 comentários

Cá em casa é assim!!! Quando não há pão faz-se Açorda. Numa taça o belo sal grosso, o belo azeite virgem extra, os belos dentes de alho, uma bela gema de ovo, abundantes e belos coentros, uma manita de belos poejos frescos.
Corta o belo pão caseiro alentejano que compraste 3 dias antes, em belas fatias pequenas mas moderadamente espessas. Cozes o lombo do bacalhau. Tira-lhe umas lascas. Na água da cozedura, ainda a ferver junta uma esguinchadela de vinagre. É hora de escalfar o ovo. Retira o ovo, mete os espinafres e apaga o fogo. Meio minuto, tira os espinafres e verte a água bem quente para dentro da taça. Esgravulha o caldo com uma colher e aventa com as sopas de pão lá para dentro. Monta o prato com as lascas do bacalhau pela base, os espinafres e o ovo escalfado pelo topo. Acompanhante de luxo: Vale dos barris Syrah.

Lasagne Vegetariana

21 Junho, 2012 § 0 comentários

Para te facilitar a vida podes comprar umas placas de lasanha de massa fresca.
Para o Bechámel: uma noz de manteiga derretida por ti, farinha fina, pitada de sal, leite meio gordo, pimenta moída, tudo muito bem esgravulhado até obteres um molho cremoso, sucolento e gostoso.
Num tacho, murcha-me o alho francês em azeite virgem extra, chucha, os tomates em cubos, um boa colherada de polpa de tomate, courgette em pequenos cubos, cenoura em finas tiras, um pequeno cálice de um grande vinho branco, sal e ervas de provence secas. Deixa cozinhar em lume brando, uma vez cozinhados os legumes, apaga o fogo, adita os espinafres baby que vão cozinhar no leito quente dos parentes e uma mão cheia de miolo de noz. Podes montar a lasanha. Um pouco de béchamel no fundo do pirex, uma folha de lasanha de massa fresca na base, cobre a massa com os legumes e adita un petit peu de molho béchamel sobre estes, repete a operação até terminar o recheio sendo que a camada de cima deverá ser massa. Cobre a massa de topo com o béchamel e umas lascas de queijo manchego. Siga prá sauna pré-aquecida a 180º C cerca de 1/2 hora aproximadamente. Saladinha de alfaces variadas e rúcula temperada com, flor de sal, azeite virgem extra e vinagre balsâmico de modena, para te refrescar o palato. Acompanhante de luxo: Moiras – Alentejo – Syrah/Trincadeira

Bacalhau dourado entre Espinafres com Pesto de Nozes

6 Maio, 2012 § 0 comentários

Pões os lombos de bacalhau seco de molho durante 24h. Troca-lhe as águas 2 vezes. Coze-os em água abundante cerca de 10 minutos [reserva], aproveita a água e coze as batatas já sem o fato. Desfia o lombo do bacalhau em lascas e passa-o numa frigideira anti aderente  besuntada de azeite virgem extra, alhos esmurrados com casca, coentros picados e  1 chalota picada finamente. Escalda as folhas de espinafres [reserva]. Para o pesto, esmagas num almofariz uma boa punhada de folhas de manjericão com azeite virgem extra, flor de sal e sumo de meia lima, deixa repousar e junta miolo de noz partido. Podes empratar: para a cama, folhas de espinafre escaldadas, de colchão lascas de bacalhau dourado, como lençol folhas de espinafres escaldadas, em cada camada uma vertidela de pesto e para tapete um petit peu de couve roxa ripada, também temperada de pesto. As batatas depois de cozidas na água do bacalhau são passadas nos sucos da frigideira que dourou as lascas. Acompanhante de luxo: Bucelas branco bem geladinho.

Panquecas de Tubérculo

23 Abril, 2012 § 0 comentários

Descascas as batatas e esfregaço com elas no ralador de queijo até obteres um monte de batata desfeita. Agarra nessa papa, coloca num coador e espreme-a até perder toda a água. à batata já desfeita e desidratada, junta um pouco de farinha, cenoura ralada, uns espinafres escaldados, malagueta vermelha cortada muito fina umas vagens de coentros e umas sementes de sésamo. Aquece bem uma frigideira anti aderente besuntada de azeite virgem extra e siga com o preparado lá para dentro. Dá-lhe forma com uma espátula e deicha bronzear dos dois lados. Prepara o molho para acompanhar a panqueca com 2 colheres de molho de soja, uma colher de vinagre de arroz, meia colher de sementes de sésamo e meia colher de piri-piri em pó. Acompanhante de luxo: Super bock Abadia, bem fresquinha.

Noodles com Legumes e Camarões moçambicanos

12 Abril, 2012 § 0 comentários

Prepara um belo caldo, com legumes a gosto, cebola, alho francês, cenoura, aipo, alho roxo, salsa, sal e pimentas moídas, [reserva].
Prepara os legumes em cima da tábua. Ripa umas folhas de couve portuguesa, umas folhas de espinafres, corta a cebola roxa em finas rodelas, cogumelos Paris, cogumelos shitake, corta a cenoura e a courgette em juliana. Num wok aquece azeite virgem extra e pela ordem do corte aventa para lá os legumes. Deixa-os muchar um pouco e junta-lhes um pouco de caldo, uma colher de sopa de molho de soja e deixa cozinhar. Vai juntando ao longo da cozedura conhas de caldo. Numa anti esturro, deixa bronzear os camarões moçambicanos já sem roupa, em azeite virgem e alho roxo esmagado com casca. Prontos os camarões junta-os ao ménage de legumes. Num tacho em abundante água fervente, submerge os noodles, apaga o lume e dá-lhe uma tampa, durante 4 minutos. Escorre a água da massa. Serve-a nas taças e junta-lhe o resultado do wok, por cima compõe com finos círculos de rabanete. Acompanhante de luxo Sake quente.

Almofadas de Grão de Bico com Espinafres, Abóbora e Tomates secos

30 Março, 2012 § 2 comentários

Pões o grão de bico de molho com sal, de um dia para o outro. Cozes o grão na pressão durante 30 minutos. Escorre o grão e [reserva]. Numa anti esturro, murchas a cebola picada no azeite virgem extra e junta a abóbora cortada em nacos finos, polvilhas com ervas de provence e sal grosso. Cozinhada a abóbora [reserva], murcha os espinafres na mesma gamela com um pouco de azeite e alho em pó [reserva]. Numa picadora, junta o grão de bico, a abóbora, o tomate seco e os coentros frescos. Brrrrchhhhhhhhhh…1, Brrrrchhhhhhhhhh…2, Brrrrchhhhhhhhhh…3, já está. Reserva a mistura numa taça. Parte um ovo e bate-o bem. Num almofariz desfaz uns gressinos integrais com vigor e estás pronto(a) para fazer as almofadas. Na mão coloca um pouco da mistura, adiciona alguns espinafres, molda a almofada passa-a pelos gressinos “almofarizados” e pelo ovo batido, siga para a frigideira já emulsionada de azeite virgem. Vchhh do lado A / Vchhh do lado B. Acompanha com uma “saladini de agrioni com alfatchi”. Acompanhante de luxo: Super bock STOUT, fresquinha.

Fusillis e Conchas com Requeijão, Espinafres e Nozes

15 Março, 2012 § 0 comentários

Cozes os fusilli e as conchas em água abundante e bem temperada de sal. Escalda os espinafres e besunta-os de azeite virgem extra aromatizado de alho. Vai preparar o molho. Bate um ovo bem batido com queijo parmesão ralado, um pouco de mostarda e sumo de meio limão; leva ao lume mas não deixes engrossar demasiado. Pode empratar a massa com os espinafres, miolo de noz, o requeijão de Seia. Podes verter o molho por cima e compor com os oregãos frescos, umas folhitas de poejo fresco e a malagueta seca cortada em tiras muito finas, se sentires coragem, podes também colocar as sementes. Acompanhante de luxo: Herdade S. Miguel – Tinto.