Lombinho suado com suas batatas bringidas e coradas

11 Junho, 2013 § Comentários fechados em Lombinho suado com suas batatas bringidas e coradas

Pedes ao teu Butcher, que te avie [n]o lombinho, já privado de gordas peles. Já em casa delicadamente com uma faca bem amolada, desenhas os pequenos bifes de uma só golpada sem que a mão te trema. Depois de me passares a mão pelo lombo[inho], tempera-me as carnes com alho roxo picado, azeite virgem extra, grosso sal, sumo de meia lima, uma folha de loura e meio copito de vinho branco do bom  (Vale dos Barris de uva moscatel – Adega de Palmela) . Deixa-os Marina[r], pelo menos por 15 minutos, vá lá!
Numa frigida[eira] anti aderente bem quente, deixas desmaiar uma colher de sopa de banha de porco acompanhada de um fio de azeite virgem extra e uma malagueta esbardalhada, Antes de aventar com a proteína lá para dentro. Após, abafa a frigida[eira] com uma tampa e deixa o teu lombinho suar, uns minutos passados, retira a tampa e deixa enxugar a aguadilha até começares a ouvir Vrrchhhhhhhhhhhh, agora deixa as carnes bronzear e ganhar tesura.
Em rodelas,  já as puseste os tubérculos a bringir antes de os deixar corar, em azeite virgem extra, alho em pó e 5 pimentas moídas na hora. Batatas coradas esfrega o pau de oregãos sobre estas, directamente no prato.
Prontos os lombinhos, prontas as batatinhas podes arretalhar uma belíssima fatia de panito caseiro para acompanhar o repasto.
Acompanhante de luxo: O que subejou do Vale dos Barris de uva moscatel – Adega de Palmela
DSC_2052 copyDSC_2049 copyDSC_2046 copyDSC_2061 copy

Selade Bacalhau assade

18 Abril, 2013 § Comentários fechados em Selade Bacalhau assade

Quando chega o cheiro a Verão … [que linda é a noiva], raro é o dia em que não te ponho os tomates em Brasa. A seguir aos tomates saltam pra lá os belos dos lombos do meio. Já cheira a bacalhau.
Para as batatas oferecem-se 2 alteranativas. If (batata assada !== true) errola cada batata com casca e com um corte pelo dorso, temperadas de azeite virgem, oregãos e sal do grosso em folha de aluminio. Aventa as batatas para cima do carvão em brasa e deixa-as permanecer até que percam tesura. Else (batata cozida) cozes as batatas com pele em água temperada de sal.
Prepara-te para montares a selade, pela base a batata, de seguida tiras umas lascas ao bacalhau, os tomates cereja, agora enrrugados e assados com as peles bem bronzeadas, uma boa manada de coentros e alho roxo picado finamente.
Podes agora temperar com abundante azeite virgem extra Herdade do Esporão, um bom vinagre de vinho branco e compor com 5 variedades de pimenta moídas na hora.
Torra uma boa fatia de pão caseiro alentejano em cima da grelha que faz companhia ao lume já mortiço e fá-la acompanhar desta delícia.
Acompanhante de luxo: Vale dos Barris Branco de uva moscatel – Palmela bem geladinho

CaraPau assado em brasas de alecrim com molho à Espanhola

11 Junho, 2012 § 0 comentários

Vais ao mercado do peixe e compras uns belos CaraPaus pele de prata, e manda arranjar para assar. Chega a casa e salga o Pau até à Cara. Como mestre de fogareiro que és, prepara as brasas com caruma e pinhas debaixo do monte de carvão vegetal, não uses acendalhas se não forem ecológicas, sob risco de arruinares o carvão, tendo o petróleo como especiaria principal. Chega-lhe lume e quando o carvão estiver vivo  depois de muito dares ao punho, espalha as brasas. Com a ajuda de uma rolha de cortiça embebida em azeite, lubrifica bem as grelhas onde vais ordenar os caraPaus, cabeça com rabo, deste modo garantes que não se despem logo nos preliminares. Atira umas vagens de alecrim para cima das brasas e põe os carapaus a assar, vai rodando as grelhas com alguma frequência até que o Pau e Cara se encontrem bronzeados na perfeição.

Para a espanholada: numa taça azeite virgem extra, colorau, vinagre de vinho branco, pitada flor de sal, salsa picada e alho picado.

CaraPau assado escorre-lhe a espanhola pelo lombo. Acompanha com uma saladinha montanheira, a saber: Pepino, tomates coração de boi, cebola e pimento verde. Tudo picado em cubos tempera de sal grosso, vinagre e azeite virgem, por esta ordem. Batatinha cozida temperada de azeite e oregãos secos.

Acompanhante de luxo: Olaria branco bem geladinho.

Salada de Polvo & Salada Russa

30 Maio, 2012 § 0 comentários

Para a salada de Polvo [deves comprar o polvo fresco e congelá-lo em casa], na panela pões um copo de tinto do bom, pitada de sal, pimentas moídas na hora, uma cebola roxa cortada pela metade, ervas de provence, um raminho de alecrim, 3 dentes de alho. Sem descongelar colocas o polvo na pressão 20 minutos aproximadamente. Tiras da panela, escorres o bicho deixa arrefecer e corta-os aos bocadinhos, monta a salada com, o polvo, tomates cereja, cebola picada, pimento verde aos cubos e coentros. Tempera de azeite virgem extra, pitada de flor de sal e vinagre de vinho branco.
Para a salda Russa, cozes legumes variados ao vapor, a saber: cenoura, feijão verde, ervilhas e batata nova, apenas com uma pitada de sal. Cozidos os legumes, corta-os aos cubos. Prepara a maionese de alho para envolveres a russa com: 1 ovo à temperatura ambiente, pitada de flor de sal, uma noz de mostarda savora, meio dente de alho, sumo de 1/2 lima, coentros frescos picados e manjericão fresco picado. Todos estes ingredientes seguem para dentro de um copo misturador. Colocas a varinha mágica encostada ao fundo do copo e sem a levantar  e na velocidade mais baixa trituras os ingredientes ao mesmo tempo que vais deitando para dentro do copo o óleo de girassol Becel a correr de fio até a maionese começar a ganhar consistência. Acompanhante de luxo: Alento Rosé bem geladinho.

Panquecas de Tubérculo

23 Abril, 2012 § 0 comentários

Descascas as batatas e esfregaço com elas no ralador de queijo até obteres um monte de batata desfeita. Agarra nessa papa, coloca num coador e espreme-a até perder toda a água. à batata já desfeita e desidratada, junta um pouco de farinha, cenoura ralada, uns espinafres escaldados, malagueta vermelha cortada muito fina umas vagens de coentros e umas sementes de sésamo. Aquece bem uma frigideira anti aderente besuntada de azeite virgem extra e siga com o preparado lá para dentro. Dá-lhe forma com uma espátula e deicha bronzear dos dois lados. Prepara o molho para acompanhar a panqueca com 2 colheres de molho de soja, uma colher de vinagre de arroz, meia colher de sementes de sésamo e meia colher de piri-piri em pó. Acompanhante de luxo: Super bock Abadia, bem fresquinha.

Polvo envergonhado na sauna

16 Outubro, 2011 § 0 comentários

O polvo sente-se pressionado,  (deves comprar o polvo fresco e congelá-lo em casa) ; na panela um copo de tinto, pitada de sal, pimenta, uma cebola roxa cortada pela metade, ervas de provence, 5 dentes de alho. O polvo fica na pressão 20 minutos aproximadamente. Tiras da panela, escorres o bicho e arremessas para um tabuleiro de forno com uma boa dose de azeite virgem extra, e uns 6 de alho esmagados. Leva-o à sauna durante 25 minutos a 180ºC. Acompanha com agrião d’água e batata pequena assada no sal durante 1 hora, tira a batata do forno e arrebenta-lhe as trombas de mão aberta. Acompanhante de luxo: Defesa branco bem fresco.

Tortilha de camarão com espinacas

9 Outubro, 2011 § 0 comentários

Cortas as batatas às rodelas e deixas confitar no azeite virgem [reserva], retira o excesso de azeite da frigideira e bronzeia os camarões com alho triturado [reserva], murcha os espinafres nos sucos anteriores com pitada de sal grosso, anexa as batatas já enxutas (pelo papel absorvente), os camarões com alho, aos bocados os pimentos morrones assados. Ajeita o colchão e verte-lhe os 3 ovos batidos com sal e pimenta, deixa criar crosta. Com ajuda de um prato vira a tortilha ao contrário e deixa cozinhar o lado B mais um petit peu. Serve com azeitona verde e rúcula selvagem. Acompanhamento de luxo: Una Caña bem gelada.

Ólhó Petisco

8 Outubro, 2011 § 0 comentários

Pró petisco temos, alheira de mirandela (caseira), passa um trapo encharcado em azeite pelo lombo da alheira ainda inteira, corta em rodelas e tosta na frigideira anti esturro. Os espargos esmorecem em azeite e sal grosso. As olivas são temperadas de azeite alho e oregãos. Os morrones assados tira do frasco e põe no prato, tempera de alho, fio de azeite e coentros. Para a salada de batata: coze as batatas com sal, cortadas em quartos, ao ponto de não se tornarem mousse de batata; escorrê-las, arrefecê-las e temperá-las ainda mornas, de azeite virgem extra, alho, coentros cortados até aos talos e sumo de 1/2 lima; põe as mãos na gamela e envolve com carinho. Acompanhante de luxo: Syrah, Vale dos barris Palmela – tinto.