Bruschetta mista de Stº António

17 Junho, 2016 § Comentários fechados em Bruschetta mista de Stº António

Sardinhas e anchovas pois então, grande lata [Ramirez].
Torro-te o panito caseiro alentejano, em quente esfregaço-o com uma pasta de azeitona verde e alho roxo, lubrifico-o de azeite virgem extra, forro-o de agrião de água bebé. Gostas de tomates bebé? Corta-me os tomates, cherry! Distribui as rodelinhas e por cima disto tudo: as lascas que tiras-te às sardinhas e anchovas. Salpica com coentros frescos. Rega de azeite virgem extra em movimentos sexy.
Digo-te uma coisa querida, é sem espinhas.
Acompanhante de luxo: Mula Velha – Branco a 8ºC.
bruschetta-sardinha-anchovabruschetta_fbDSC_4221DSC_4217

Sande d’ Choque Frite com maionese de wasabi, manjericão e cebolinho

8 Julho, 2013 § Comentários fechados em Sande d’ Choque Frite com maionese de wasabi, manjericão e cebolinho

Se não tens um choco fresco e macio estás frito!! Pede à peixeira que te amanhe o choco ali mesmo em cima da bancada. Trá-lo inteiro para o poderes cortar às fatias, nem muito grossas, muito finas também não. Sem tempero, porque é já apaladado por natureza, quando o tiveres na mão deve ter apenas a húmidade natural das suas carnes, passa as tiras pela farinha de milho e reserva. Numa fritadeira com o óleo de girassol a 190º C vais fritar as tiras até que fiquem loiras, manda abrir uma loira enquanto esperas, escorre-me o lubrificante após a espera. Usa papel grosso mas suave [de cozinha em rolo].
Barras-lhe o pandeiro, que deve ser feito de farinhas de qualidade, com maionese perfumada de wasabi, mangericão e cebolinho, aditas umas folhas de agrião amantizadas com chucha[-me]; os tomates. Em cima dos tomates as tiras de choco frito, secas, crocantes a estalar nas beiças, aspergidas de sumo do quarto de um limão.
Acompanhante de luxo Quinta do barranco longo Branco, bem fresco de preferência em flute. Com este calor, até reviras os olhinhos de prazer.

sandes choco-2sandes choco-4sandes choco-1sandes choco-3

Bruschetta d’petinga com os tomates assados e seus pimentos

19 Novembro, 2012 § Comentários fechados em Bruschetta d’petinga com os tomates assados e seus pimentos

Torras a bela da fatia de pão caseiro alentejano e ainda quente desflora-o com um esfreganço de alho roxo, rega-o de azeite virgem extra, assa os tomates às rodelas com ervas de provence, flor de sal e um fio de azeite, assa os pimentos, num fio de azeite e sal  grosso, abre a lata dos lombos da bela da petinga nacional e escorre-lhe o lubrificante mas não em demasia. Monta a bruschetta, pão, pimentos, tomates, os lombos da petinga, 5 pimentas moídas no momento e umas folhas de agrião de’água para rematar, depois siga pó bucho… sem espinhas! Acompanhante de luxo: copo tinto, Chaminé.

Medalhões Tenório ao Parmesiano

30 Outubro, 2012 § 0 comentários

Priva a lata dos lombos de atum Tenório em azeite e miga-os; adita uma gema de ovo, parmesão ralado, tostas integrais desfeitas no almofariz, salsa picada. Tá a moldar. No intermezzo tomate cereja escarchado na frigideira com azeite virgem e erva buena de provence. Bronzeia os medalhões numa antiaderente bem quente lubrificada de azeite virgem extra, poucos segundo de cada lado. Acompanha com uma saladini de [agrióni] temperada com vinagrette de lima e azeite virgem extra. Acompanhante de luxo: Vale dos Barris – Syrah

Tortulhos Recheados com seus Talos e enteados

28 Outubro, 2012 § 0 comentários

Compra uns belos cogumelos [trá lá lá] tipo Paris, lava-os e arranca-lhe os Talos que vais transformar em picadinho. JunTalos numa gamela com azeite virgem extra, alhos porro laminado, courgette picada, chucha os tomates também eles picados, umas folhas de agrião d’água, adita o grosso sal, ervas de provence e deixa amolecer sem sacudir. As carapaças já estão viradas, salpicadas de flor de sal à espera do recheio num tabuleiro de forno, drapeado de azeite virgem extra. Recheia os tortulhos com o acumulado do pote. Cogumelos recheados aplica uma noz de maionese de ervas on top of each, umas lascas de queijo de cabrona ralada no momento [dica da semana: coloca o queijo de cabrona no congelador para que seja mais fácil de ganhar ralação], por fim compõe com uns oregãos esfregados no momento e siga para a sauna pré aquecida a 200º C durante 15 minutos aproximadamente.
Acompanha com uma salada de agrião e uvas brancas ao natural, apenas temperada com sal e um fio de azeite virgem extra 0,4 acidez máx. Acompanhante de luxo: Syrah da adega Cortes de Cima tinto.

 

Bruschetta de abóbora amantizada com seus queijos

16 Outubro, 2012 § 0 comentários

Pegas num pandeiro Alentejano e cortas-lhe uma boa fatia e põe-na a torrar. A abóbora é cortada em pequenos rectângulos de espessura média, que vai amaciar em azeite virgem extra, ervas de provence e flor de sal. Panito torrado aplica-lhe com um esfregaço de um dente de alho, cortado pela metade, ainda em quente. Rega agora o pandeiro com o lubrificante que subjou da gamela onde amaciaste a abóbora. Corta em fatias o queijo fresco de cabrona e acama-o no pão, sobre o queijo compões graciosamente os cubos de abóbora. Podes agora completar com umas folhas [ten’talo] de agrião, umas lascas de parmesão, 5 pimentas moídas no momento sobre o petisco e tudo rega com um fio de azeite virgem extra. Acompanhante de luxo: Vinha das Servas – tinto.

Almofadas de Grão de Bico com Espinafres, Abóbora e Tomates secos

30 Março, 2012 § 2 comentários

Pões o grão de bico de molho com sal, de um dia para o outro. Cozes o grão na pressão durante 30 minutos. Escorre o grão e [reserva]. Numa anti esturro, murchas a cebola picada no azeite virgem extra e junta a abóbora cortada em nacos finos, polvilhas com ervas de provence e sal grosso. Cozinhada a abóbora [reserva], murcha os espinafres na mesma gamela com um pouco de azeite e alho em pó [reserva]. Numa picadora, junta o grão de bico, a abóbora, o tomate seco e os coentros frescos. Brrrrchhhhhhhhhh…1, Brrrrchhhhhhhhhh…2, Brrrrchhhhhhhhhh…3, já está. Reserva a mistura numa taça. Parte um ovo e bate-o bem. Num almofariz desfaz uns gressinos integrais com vigor e estás pronto(a) para fazer as almofadas. Na mão coloca um pouco da mistura, adiciona alguns espinafres, molda a almofada passa-a pelos gressinos “almofarizados” e pelo ovo batido, siga para a frigideira já emulsionada de azeite virgem. Vchhh do lado A / Vchhh do lado B. Acompanha com uma “saladini de agrioni com alfatchi”. Acompanhante de luxo: Super bock STOUT, fresquinha.

Baguette au Paio de porco preto com Requeijão de ovelha [de Azeitão]

28 Março, 2012 § 0 comentários

A baguette deve ser comprada ainda morna e estaladiça. Besunta as partes baixas da baguette com fio de azeite virgem e aventa-lhe com a alface, os agriões de água e uns tomates cherry às rodelas, para cima. Faz um vinagrete com uma colher de chá de mel, azeite virgem e vinagre de cidra. Chocalha-o bem e tempera as verduras. Coloca agora o requeijão de ovelha sobre as folhas. Sobre o requeijão as fatias de paio de porco preto, cortadas muito finas, bota a tampa e toca pró bucho. Acompanhante de luxo: Limonada de limões espremidos no momento.

 

Empada de pato

29 Novembro, 2011 § 0 comentários

Cozes o Pato e seus miúdos, num caldo que preparas com alho françês, cebola, carot, coentros, pimentas em baga, sal. Depois de cozido guardas o caldo já coado para fazeres risotto. Mete as mãos no Pato e desfia-o. Lamina-lhe os fígados, a moela e o coração. Numa frigideira mete a saltar cogumelos marron pleuris em tiras finas, com cebola roxa, azeite virgem extra, alhos esmurrado e um pouco de vinho branco do bom, não interessa qual. Junta o Pato e seus miúdos ao bacanal de cogumelos. Desenrola uma massa quebrada, pica-a com um garfo e recheia-a com o resultado da frigideira. Cobre o recheio com a massa, agarra no pincel e besunta a massa com gema de ovo. Siga prá sauna previamente aquecida a 180º C e deixa a empada cerca de 25 minutos lá dentro. Acompanha com uma saladunga de agriones temperada de flor de sal e azeite virgem extra.  Acompanhante de luxo: Vinho Tinto MOIRAS, Alentejo Syrah/Trincadeira Reserva.

Bruschetta de smoked salmon + Bruschetta de arenque sueco = amor louco

2 Novembro, 2011 § 0 comentários

Para a Bruschetta de smoked salmon: o pão alentejano torrado faz de cama; azeite virgem extra; o agrião d’água faz de colchão, de lençol o salmão fumado com ervas aromáticas, rega-se tudo com sumo de lima espremido na hora.

Para a Bruschetta de arenque sueco: pão alentejano torrado; azeite virgem extra; chucha os tomates cherry, desmaia o arenque sueco sobre os tomates, compõe com cebolinhas baby envinagradas, umas bolinhas de mostarda e uns coentros picadinhos. Remata com um pouco de flor de sal e sumo de lima espremido na hora.

Para o amor louco: Marquês de Borba, tinto.