Risotto de Pato

30 Novembro, 2011 § 0 comentários

Com o caldo que guardaste da cozedura do Pato para a empada de pato na posta anterior, vais fazer um belissímo risotto. Num tacho de nalgas bem pesadas, murchas uma chalota bem picadinha e quando estiver translúcida juntas o arroz arbóreo e deixas esturgir um pouco, com o arroz já bem quente deitas uma malga de vinho branco do bom para abrir o arroz, depois de passada a fumarada, começas a juntar caldo da cozedura do pato que deve estar quente, até que cubra o arroz, este processo é repetido sempre que o caldo for enxugando e até que o arroz esteja cozido. Numa frigideira à parte murchas os cogumelos marron pleuris em azeite virgem e sal, murchos os cogumelos junta-lhe, tomate seco picado garofalo, o pato cozido e já desfiado, o coração de pato laminado muito fino e também os fígados. Deixa alourar. Na última vezada de caldo junta o conteúdo da frigideira, o queijo parmesão ralado na hora e uma mão cheia de folhas de manjericão picado no momento. Esgravulha tudo e serve de imediato. Acompanhante de luxo: Encosta de Pias tintol.

Tagged , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.