Tortellini de espinacas e requeijão de ovelha em Pesto

11 Outubro, 2015 § Comentários fechados em Tortellini de espinacas e requeijão de ovelha em Pesto

Sem dúvida, um dos melhores sabores que já viram passar por aqui! Pura magia pró palato.
Vamos ao retrato robot.
Para a massa dos Tortellinis 180g de farinha sem fermento e 2 ovos médios. Arregaça-me as mangas e toca a amassar até que a massa te devolva um toque languido e macio. Embrulha o esférico em glad e leva-o ao fresco durante 20 minutos. Retira a massa do frigorífico e corta-a em 4.
Cada pedaço é polvilhado com farinha e achatado com a palma da tua mão. Vais passar pela máquina [de esticar massa fresca] cada bocado, transformando massa em finas placas de hidrato [começa pelo nº1 e vai até ao 6]. Coloca folhas de manjericão sobre cada placa e junta as extremidades da massa fazendo uma “sandes” de folhas de manjericão e volta a passar pela máquina na posição 5. Tens agora finas placas com folhas de manjericão dentro. Com um aro de metal vais cortar a massa em quantos círculos ela te der. Vamos agora rechear o centro de cada um com um pouco de espinafres bebé e um pouco de requeijão de ovelha de Azeitão DOP. Faz agora pequenas meias luas e junta-lhes os vértices para formar os Tortellini. Numa grande panela, abundante de água fervente e bem temperada de sal grosso, vais cozê-los durante 4 minutos.

Para o Pesto: vais meter dentro dum processador um punhado bastante generoso de folhas de manjericão, aditas uma boa golada de azeite virgem extra, flor de sal, miolo de noz, alguns pinhões torrados, um bom bocado de parmesão ralado no momento. Podes processar. 1 … 2 … 3 … Prova e rectifica o tempero se for caso disso.
Envolve a massa ainda quente no molho. Junta mais umas raspas de parmesão e um fio de azeite para rematar. A carne é fraca, mas o molho é uma maravilha.
Esta Maravilha merece mesmo para companhia [além da Alice du Chef], uma acompanhante de luxo: Cartuxa tinto por volta dos 17º C.
Até te mete o palato aos saltos.

DSC_3363DSC_3374DSC_3359

Raviolis de espinacas avec du queijo de cabrona

19 Setembro, 2013 § Comentários fechados em Raviolis de espinacas avec du queijo de cabrona

Primeiro vais preparar a massa e depois vai haver molho.
Numa pelengana vais meter, 150 g da branca, farinha de trigo sem fermento à qual aditas uma tequinha [ 50 g ] de sêmola de trigo, 2 ovos inteiros, não te esqueças de te livrar da casca. Vais agora por as mãos na massa e dar-lhe uns amassos, amassa, amassa, amassa até obteres uma bola uniforme, homogénea, macia mas firme. Enrola a bola em película aderente e deixa-a repousar 25 min. antes de a esticar.
Dá um escaldão aos epinafres até que fiquem tenros, escorre-lhe as águas e numa frigideira anti aderente deixa que se envolvam muito bem com o azeite virgem extra, alho em pó, flor de sal, uma colher de farinha maizena e um pouco de natas das gordas.
Tira-me a pele aos tomates; Parte-me os tomates em quarto; Espreme-me os tomates até te privares das grainhas; Corta-me os tomates em cubos; Junta-me os tomates num tacho com azeite virgem extra, uns dentes de alho, um pouco de cebola picada, polpa de tomate, um pouco de água lisa, coentros e manjericão frescos. Deixa cozinhar o molho de tomate demoradamente, em branda fervura, passa o molho com uma varinha mágica e de seguida adita-lhe uns tomates cereja escarchados e deixa cozinhar.
Agora vais estender a massa, corta a bola em 4, vais espalmar cada parte em cima dum pouco de farinha, vais esticar a massa bem fina com a ajuda de um rolo de massa ou de uma máquina para massas frescas, o importante é que fique fina, moldável, macia, contorcionista de circo, sem rasgões. Corta rectângulos de massa e recheia-os no centro, do meio para baixo, com os espinafres que preparaste previamente, umas rodelas do queijo de cabra e 3 ou 4 pinhões, puxa o lençol de massa [da parte de cima do rectângulo] sobre o recheio e fecha o casulo.
Numa panela com abundante água fervente e bem temperada com sal grosso, vais cozer os raviolis durante 3 ou 4 minutos. Escorre-lhe as águas, monta-os nos pratos e sobre eles deixa desmaiar o suculento e saboroso molho dos tomates. On top raspas no momento umas lascas de queijo parmesão. Até te lambes.
Acompanhante de luxo: EA colheita selecionada, tinto em copo fino.
DSC_3508_0124 copyDSC_3516_0132 copyDSC_3506_0122 copyDSC_3511_0127_fb

Risotto de abóbora menina com os tomates encharcados

8 Novembro, 2012 § 0 comentários

Preparas um belo caldo de legumes com os legumes que te aprouver, que podem ser entre outros: alho francês, cebola, cenoura, aipo, coentros, hortelã …[reserva]. Caldo pronto e ainda fervente, verte um pouco para uma taça onde vais encharcar os tomates desidratados do Sr. Garofalo. Deixa-os agora repousar.
Numa anti aderente, vais desmaiar num fio de azeite virgem um pouco de cebola roxa picada, os cogumelos tipo paris cortados em laminas, a abóbora menina cortada em cubos, o sal grosso e ervas de provence de companhia. Deixa apurar.
Num tacho de bordas largas, murchas a cebolinha roxa bem picada num belo fio de azeite virgem extra, aditas o arroz arbóreo próprio para risotto, quando o arroz ganhar luz envolvido com a cebola, juntas uma ‘copaza’ de vinho branco do bom, o arroz vai abrir e quando o vinho evaporar podes começar a aditar o caldo aos poucos, até cobrir o arroz. O caldo vai evaporando e tu vais adicionando mais até que o arroz se sinta cozido. Arroz praticamente cozido é hora de verteres o conteúdo da antiaderente para dentro do tacho e resgatares os tomates amolecidos da taça, que vais aventar para dentro do tacho. Sempre mexendo juntas 2 pacotinhos [de couver] de manteiga d’alho e uma taça de queijo parmesão ralado no momento. Podes agora finalizar em grande com o manjericão fresco picado ali. Serve de imediato. Acompanhante de luxo: Cartuxa tinto. Até te ‘lembes’

Tortulhos Recheados com seus Talos e enteados

28 Outubro, 2012 § 0 comentários

Compra uns belos cogumelos [trá lá lá] tipo Paris, lava-os e arranca-lhe os Talos que vais transformar em picadinho. JunTalos numa gamela com azeite virgem extra, alhos porro laminado, courgette picada, chucha os tomates também eles picados, umas folhas de agrião d’água, adita o grosso sal, ervas de provence e deixa amolecer sem sacudir. As carapaças já estão viradas, salpicadas de flor de sal à espera do recheio num tabuleiro de forno, drapeado de azeite virgem extra. Recheia os tortulhos com o acumulado do pote. Cogumelos recheados aplica uma noz de maionese de ervas on top of each, umas lascas de queijo de cabrona ralada no momento [dica da semana: coloca o queijo de cabrona no congelador para que seja mais fácil de ganhar ralação], por fim compõe com uns oregãos esfregados no momento e siga para a sauna pré aquecida a 200º C durante 15 minutos aproximadamente.
Acompanha com uma salada de agrião e uvas brancas ao natural, apenas temperada com sal e um fio de azeite virgem extra 0,4 acidez máx. Acompanhante de luxo: Syrah da adega Cortes de Cima tinto.

 

Bruschetta de abóbora amantizada com seus queijos

16 Outubro, 2012 § 0 comentários

Pegas num pandeiro Alentejano e cortas-lhe uma boa fatia e põe-na a torrar. A abóbora é cortada em pequenos rectângulos de espessura média, que vai amaciar em azeite virgem extra, ervas de provence e flor de sal. Panito torrado aplica-lhe com um esfregaço de um dente de alho, cortado pela metade, ainda em quente. Rega agora o pandeiro com o lubrificante que subjou da gamela onde amaciaste a abóbora. Corta em fatias o queijo fresco de cabrona e acama-o no pão, sobre o queijo compões graciosamente os cubos de abóbora. Podes agora completar com umas folhas [ten’talo] de agrião, umas lascas de parmesão, 5 pimentas moídas no momento sobre o petisco e tudo rega com um fio de azeite virgem extra. Acompanhante de luxo: Vinha das Servas – tinto.

Salada Cabrona com frutos secos melados

19 Julho, 2012 § 0 comentários

Uma mistura de alfaces de diferentes tipos e cor, é o que se quer para base desta salada. A juntar: umas finas fatias de manga madura, tomates cherry às rodelas cortados, pêssego careca de roer laminado, uns bocados de queijo de Cabrona vulgarmente conhecido por chévre vendido em rolinhos e uma mão cheia de frutos secos torrados [cajús e amendoins] e MELados. Prepara um vinagrette para temperar a salada com um pouco de mostarda savora, uma colher de mel de rosmaninho, sumo de meia lima, flor de sal tudo muito bem esgravulhado, por fim adita ao preparado o azeite virgem extra em fio para engrossar a molhanga. Acompanhante de luxo: Quinta do Barranco Longo – Branco Grande Escolha 2010, a 9ºC.

Lasagne Vegetariana

21 Junho, 2012 § 0 comentários

Para te facilitar a vida podes comprar umas placas de lasanha de massa fresca.
Para o Bechámel: uma noz de manteiga derretida por ti, farinha fina, pitada de sal, leite meio gordo, pimenta moída, tudo muito bem esgravulhado até obteres um molho cremoso, sucolento e gostoso.
Num tacho, murcha-me o alho francês em azeite virgem extra, chucha, os tomates em cubos, um boa colherada de polpa de tomate, courgette em pequenos cubos, cenoura em finas tiras, um pequeno cálice de um grande vinho branco, sal e ervas de provence secas. Deixa cozinhar em lume brando, uma vez cozinhados os legumes, apaga o fogo, adita os espinafres baby que vão cozinhar no leito quente dos parentes e uma mão cheia de miolo de noz. Podes montar a lasanha. Um pouco de béchamel no fundo do pirex, uma folha de lasanha de massa fresca na base, cobre a massa com os legumes e adita un petit peu de molho béchamel sobre estes, repete a operação até terminar o recheio sendo que a camada de cima deverá ser massa. Cobre a massa de topo com o béchamel e umas lascas de queijo manchego. Siga prá sauna pré-aquecida a 180º C cerca de 1/2 hora aproximadamente. Saladinha de alfaces variadas e rúcula temperada com, flor de sal, azeite virgem extra e vinagre balsâmico de modena, para te refrescar o palato. Acompanhante de luxo: Moiras – Alentejo – Syrah/Trincadeira

Western Spaghetti

25 Maio, 2012 § 0 comentários

Courgette: Aí os tomates !!!!
Requeijão: Coalha-me o leitinho! Bang! Bang!

Cozes o esparguete garofalo em água abundante com sal. Numa anti aderente murcha-me os tomates cereja em azeite virgem extra, alho picado, uns cubos de chouriço de porco preto de Barrancos,  courgette cortada aos cubos, ervas de provence secas, um pouco de flor de sal e pimentas moídas no momento, envolve tudo com a colher de pau feito e deixa amolecer. Esparguete cozido, escorre a água fervente e de imediato adita um bom fio de azeite virgem extra, aromatizados de alho. Podes empratar: esparguete para o fundo da taça, a molhanga que preparaste por cima, corta o requeijão de Seia em bocados generosos e coloca no topo. Remata com ervas frescas: cebolinho, manjericão e coentros, tudo picado na hora. Acompanhante de luxo: Alento, Tinto.

Panquecas de Tubérculo

23 Abril, 2012 § 0 comentários

Descascas as batatas e esfregaço com elas no ralador de queijo até obteres um monte de batata desfeita. Agarra nessa papa, coloca num coador e espreme-a até perder toda a água. à batata já desfeita e desidratada, junta um pouco de farinha, cenoura ralada, uns espinafres escaldados, malagueta vermelha cortada muito fina umas vagens de coentros e umas sementes de sésamo. Aquece bem uma frigideira anti aderente besuntada de azeite virgem extra e siga com o preparado lá para dentro. Dá-lhe forma com uma espátula e deicha bronzear dos dois lados. Prepara o molho para acompanhar a panqueca com 2 colheres de molho de soja, uma colher de vinagre de arroz, meia colher de sementes de sésamo e meia colher de piri-piri em pó. Acompanhante de luxo: Super bock Abadia, bem fresquinha.

Almofadas de Grão de Bico com Espinafres, Abóbora e Tomates secos

30 Março, 2012 § 2 comentários

Pões o grão de bico de molho com sal, de um dia para o outro. Cozes o grão na pressão durante 30 minutos. Escorre o grão e [reserva]. Numa anti esturro, murchas a cebola picada no azeite virgem extra e junta a abóbora cortada em nacos finos, polvilhas com ervas de provence e sal grosso. Cozinhada a abóbora [reserva], murcha os espinafres na mesma gamela com um pouco de azeite e alho em pó [reserva]. Numa picadora, junta o grão de bico, a abóbora, o tomate seco e os coentros frescos. Brrrrchhhhhhhhhh…1, Brrrrchhhhhhhhhh…2, Brrrrchhhhhhhhhh…3, já está. Reserva a mistura numa taça. Parte um ovo e bate-o bem. Num almofariz desfaz uns gressinos integrais com vigor e estás pronto(a) para fazer as almofadas. Na mão coloca um pouco da mistura, adiciona alguns espinafres, molda a almofada passa-a pelos gressinos “almofarizados” e pelo ovo batido, siga para a frigideira já emulsionada de azeite virgem. Vchhh do lado A / Vchhh do lado B. Acompanha com uma “saladini de agrioni com alfatchi”. Acompanhante de luxo: Super bock STOUT, fresquinha.